Site de Vídeos do YouTube

Pena de morte para criador de site

Irã confirma pena de morte para criador de site usado para compartilhar pornografia

Saeed Malekpour, iraniano residente no Canadá desde 2004, foi condenado à morte no país de origem após criar site

 

Saeed Malekpour, iraniano residente no Canadá desde 2004, foi condenado à morte no país de origem após criar siteA Suprema Corte do Irã sentenciou à morte para um cidadão do país residente no Canadá, acusado de criar um site que permitia o compartilhamento de conteúdo pornográfico. A pena havia sido anulada em 2011, mas foi restabelecida neste mês. As informações são da “AFP”. A pena de morte para Saeed Malekpour havia sido anulada quando o governo canadense protestou contra o veredicto. A informação foi passada a Shadi Sadr, advogado do grupo “Justiça para o Irã”, pela irmã do condenado.

“Conversei com a irmã dele dois dias atrás e ela disse que a pena foi confirmada por uma das divisões da Suprema Corte. Ele pode ser executado a qualquer momento a partir de agora”, explicou.

Malekepour tem 36 anos e é desenvolvedor de programas para computador. Em dezembro de 2010, ele foi considerado culpado por desenhar e moderar sites de conteúdo adulto, agitação contra o governo e insulto a santidade do Islã e recebeu a pena de morte. A pena foi anulada em junho de 2011 a pedido do governo do Canadá, onde Malekpour reside desde 2004.

Uma página no Facebook foi criada para apoiar a campanha de libertação de Malekepour. Ao visitar o Irã em 2008, para se encontrar com o pai à beira da morte, Malekepour foi preso. Ao contrário do que alega o governo do país, a defesa do iraniano afirma que ele criado um serviço de compartilhamento de fotos na internet. Sem o seu conhecimento, o site era utilizado para a difusão de conteúdo pornográfico. Ann Harrison, representante da Anistia Internacional, frisa que a decisão da Suprema Corte é uma demonstração da repressão do Irã a blogueiros e usuários de internet. “Ao confirmar a sentença à morte de Saeed Malekpour depois de um julgamento injusto, as autoridades iranianas estão mandando uma mensagem aos cidadãos do país que eles não podem se expressar livremente, ou ajudar outros a fazerem isso, inclusive na internet.”

Fonte/Crédito: Do UOL, em São Paulo


Saberes e Olhares

Adicione aos Favoritos

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

clip_image0023
This work by Jose Carlos Barros Silva is licensed under a

Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported License

clip_image0033

Marcado como: , , , ,

Classificado em:Notícias Gerais, Política, Religião

Obrigado por sua visita. Seja sempre bem-vindo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

🔴 FIM DO IMPERIALISMO?

🔴 MODERNIDADE E CRISTIANISMO

🔴 DEMONIOS E ALIENÍGENAS

🔴 PARA ONDE CAMINHA A HUMANIDADE?

🔴 TEORIA DA CONSPIRAÇÃO?

🔴 ASTEROIDE 2002 NT7

🔴MEDO DO APOCALIPSE

%d blogueiros gostam disto: