Site de Vídeos do YouTube

Matéria – CNBB: Igreja condena união Homoafetiva

CNBB não reconhece decisão sobre união homoafetiva

Nota da entidade afirma que homossexuais não devem ser discriminados, mas insiste que a união não equivale à família
Dom Petrini esclarece a posição da CNBB acerca da decisão do STF sobre a relação homoafetiva.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) aprovou nesta quarta-feira, durante sua 49ª Assembleia Geral, reunida em Aparecida (SP), uma nota na qual estranha que o Supremo Tribunal Federal (STF) tenha se pronunciado sobre a união homoafetiva, porque, em sua avaliação, o exame da matéria caberia ao Legislativo. "Preocupa-nos ver os poderes constituídos ultrapassarem os limites de sua competência, como aconteceu com a recente decisão do Supremo Tribunal Federal", afirma o documento. Os bispos brasileiros reafirmam que, conforme a doutrina da Igreja Católica, o casamento entre homem e mulher devem ser a base da família, instituição que precisa ser reconhecida e valorizada. A nota da CNBB afirma que as pessoas que manifestam preferência pelo mesmo sexo não podem ser discriminadas, mas insiste que a união entre homossexuais não equivale à família.  "O matrimônio natural entre o homem e a mulher bem como a família monogâmica constituem um princípio fundamental do Direito Natural", diz o documento. "Equiparar as uniões entre pessoas do mesmo sexo à família descaracteriza a sua identidade e ameaça a estabilidade da mesma", acrescenta o texto.

Fonte: iG/Notícias 


Saberes e Olhares

Adicione aos Favoritos

clip_image00232[2]
This work by Jose Carlos Barros Silva is licensed under a

Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported License

Marcado como: , ,

Classificado em:Comportamento, Religião

3 Respostas »

  1. Comentar qualquer assunto quando diz respeito as declarações de instituições “religiosas” e principalmente, as bem representadas no Brasil, é sempre complicado, já que, não vemos evolução em seus “pensamentos”. É sempre as mesma condições e imposições. Mas, vamos lá! A bendita instituição familiar, de quem tanto falam, não é, de modo algum e nunca foi padronizada aos regimes Cristãos,sendo assim, a deflagrada condição de família perfeita, não se sustenta nas condições sociais em que estar a sociedade. Não é possível falar e nem tão pouco aceitar que sejamos corrompidos por idéias que não condizem mais com a realidade. sejamos livres, em pensamento, atitudes,sejamos livres na liberdade do outro.O “casamento homoafetivo” não fere regras nem também qualquer ética, pois só lhes garante o direito de reconhecimento, não lhes dá nem um direito a mais, apenas o sentimento que nesse país de pouca coerência, o cidadão com relações Homoafetivas que paga impostos, também tem o direito de ser igual aos iguais.

  2. Concordo contigo Magna! Desconheço quaisquer “Instituições”, “Entidades”, “Ordens”, etc, que detenham o “Estatuto da Verdade” e que estabeleçam padrão ou padrões universais válidos para todos, por todos os tempos e espaços. Todos os padrões são movediços e instáveis, solúveis… Dentro da “fórmula” da construção de qualquer ordem ou padrão (Moral, religioso, cultural, familiar, etc) já vem o germe da sua própria destruição… Somos seres imcompletos, em construção…

Obrigado por sua visita. Seja sempre bem-vindo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

🔴 FIM DO IMPERIALISMO?

🔴 MODERNIDADE E CRISTIANISMO

🔴 DEMONIOS E ALIENÍGENAS

🔴 PARA ONDE CAMINHA A HUMANIDADE?

🔴 TEORIA DA CONSPIRAÇÃO?

🔴 ASTEROIDE 2002 NT7

🔴MEDO DO APOCALIPSE

%d blogueiros gostam disto: